14/01/17

As primárias adiadas no PS. As coisas são como são.

O PS, tudo o indica, não irá adoptar as primárias na escolha dos seus candidatos às próximas eleições autárquicas. Julgo que este facto não suscitará qualquer estranheza. O assunto necessita de ser discutido "aprofundadamente" e ainda não foram construídos os "estudos/escafandros" que permitirão aprofundar a discussão. Esses estudos são vitais, dizem. Assim sendo uma decisão politica em defesa de uma maior abertura à sociedade e de uma maior transparência no PS é recusada com o alíbi da falta de "profundidade" do debate.
Duas notas sobre esta questão: António Costa foi eleito com o voto de milhares de cidadãos que não eram militantes do PS, num processo de Primárias para o lugar de Secretário-Geral do ... PS. Deve-o a António José Seguro; Mário Soares - há diferenças que são muito evidentes - nunca recusou uma ideia politica que considerasse ser a mais adequada, com base no alíbi da falta de estudos. Da mesma forma que não hesitou um minuto na defesa da adesão à União Europeia por mais estudos e pareceres de economistas a alertá-lo para a catástrofe que aí vinha.

2 comentários:

Anónimo disse...

"a alertá-lo para a catástrofe que aí vinha."! E veio.

jose guinote disse...

Caro anónimo registo a "profundidade" da sua análise, já que estávamos a falar de escafandros.