29/01/12

Uma adenda

Assino por baixo o que o José M. Castro Caldas escreve neste post — e, se se quiser, a começar pela conclusão: Digam-me que não é verdade. Que a Europa ainda não chegou a este ponto. Porque se chegou, é o fim da linha.

Mas sugiro uma adenda: o problema não é a perda da soberania do Estado grego, nem menos ainda a "integração orçamental" da UE. O problema é que a soberania alemã se mantém e reforça o seu poder cada vez mais discricionário tanto em detrimento da "soberania federal" de uma UE politicamente integrada como das "soberanias nacionais", tornadas cada vez mais Estados-vassalos do Reich alemão.

1 comentários:

Nightwish disse...

Quem está surpreendido anda a dormir.