28/07/11

Corpos de delito

Primeiro foi o júbilo da extrema-direita com os supostos “atentados e tiroteios muçulmanos”. Depois a confusão e o silêncio. Afinal o terrorista norueguês era como eles gostariam de ser: louro, bem-parecido, atlético.
Por cá também temos candidatos a heróis na guerra ao multiculturalismo e às hordas islâmicas, como o skinhead Mário Machado, líder de facto do PNR. Este era, à imagem de Anders Breivik, um culturista contumaz. E também sujeitava os músculos a experiências com esteróides, mantendo tabelas a contabilizar ganhos musculares e outras bizarrias orgânicas.
A obsessão com a pujança física, com a ostentação da carne esculpida como monumento à justeza das suas causas, talvez seja apenas mais uma maleita destas criaturas: pura vigorexia. Mas é doença laica. Os assassinos religiosos não revelam vocação para fazer do corpo um manifesto – sinais místicos espampanantes como os estigmas ornamentam santos intelectuais, não os mártires. E não se imagina bin Laden num ginásio; o fervor da jihad basta como emblema da verdadeira fé.
O escritor japonês Yukio Mishima foi outro culturista de destino sangrento. Postulou que a “nobreza privilegiada”, verdadeira marca da tragédia, só se pode fundar na coragem física. Daqui à morte em missão, em glória, foi um passo.

Estes homens de acção, sempre ansiosos pelo advento do Homem Superior, começam por imaginá-lo a nascer por dentro das suas próprias peles – só depois se sentem mandatados para liquidar os inferiores.


Publicado aqui.

9 comentários:

LOUVA A GREVE PERMANENTE EM DEUS disse...

Gotejando números para por as coisas em perspectiva

3 massacres por dia (3xos 76 ou 80 da ilhota de Oslo)

numa superfície menor que a Noruega morrem por dia 250 a 300 pessoas há já 3 meses

dá mais ou menos 25 mil mortos

digamos 300 vezes o ñº de mortos do dito libertador cruzado templário

ao contrário dos 76 ou 80 tanto faz que morreram rapidamente

estes morrem com velocidades
variáveis

LOUVA A GREVE PERMANENTE EM DEUS disse...

Talvez se 60 a 70 destes mortos diários terem menos de 5 anos

talvez percebesse que o terrorrismo tem muitas caras e vai ter muitas mais

a maior das caras do terrorismo são gordinhas e anafadas

LOUVA A GREVE PERMANENTE EM DEUS disse...

Talvez se pensasse que poderiam ser os seus filhos ou sobrinhos
e as poucas crias que eles tiverem

que encontrarão uma morte lenta daqui a 30 ou 40 anos

quando uma Índia com 1600 milhões
e uma China com 1400 milhões
competirão com uma América do Norte
com 400 milhões

e uma Grã-Bretanha e Alemanha cada uma com 70 milhões (uma baixará)

pelos recursos mundiais

a 8ª cidade mais rica do mundo
tem 5 milhões de mexicali que vivem como as cidades da margem sul no Verão quente de 75

5 a 10 litros de água por dia
em 2 garrafões diários

75 foi apenas há 36 anos
2047 será daqui a 36

haverá entretanto um novo centenário em 2043

o último caso de cólera em Portugal foi nos anos 70..1976?

o último caso no Haiti
tinha sido em 1909.....

logo falar de pequenos episódios sem importância num tempo de mudanças extremamente rápidas é...


a)infantil?
b)senil?
c)vinil?
(escolha a alternativa correcta)

Anónimo disse...

Misturar Breivik e Mário Machado com Yukio Mishima é uma prova de mau gosto ou de obsessão ideológica de uma certa «esquerda». O escritor japonês com todo o seu nacionalismo e culto do passsado cometeu seppuku, o suídio ritual, não andou aos tiros a jovens adolescentes, nem a assassinar negros pelas ruas. Quando muito pensou em dar um golpe de estado.
Caso o Breivik ou o Sr. Machado se dedicassem ao fisiculturismo ou a escrever manifestos ou fizesssem haraquiri nada teria a criticar...
Como é óbvio, dos três o único que deixou um legado positivo foi Mishima que tem uma obra literária de qualidade.

Anónimo disse...

já não lia um texto tão racista há algum tempo. parabéns! conseguiu ser aquilo que tentou criticar.

Luis Rainha disse...

A bem da verdade, Masakatsu Morita, de 25 anos, também morreu naquele dia. E o golpe de estado não seria pacífico, por certo.
A ligação com os outros dois passa efectivamente por uma certa obsessão com missões que acabam em mortes gloriosas, com a ideia do evento de um tipo especial de homem... e o culturismo. Já me parece significativo, que quer...
De resto, Mishima era sumamente talentosos e ous outros dois não parecem passar de maníacos perigosos.

A bem da verdade disse...

só no tempo da juventude de Tojo é que uma vintena de oficiais fazia revoluções de pequena monta

a que chamaram golpes

tirando o anarquista Baptista e o Major Falcão e mais meia dúzia que tomaram o poder militar na Madeira
por inércia da soldadesca e do oficialato

golpes de estado com um ou dois malucos

só no tempo do 18 de Brumário

Mário Abrantes disse...

Rainha, o culturismo não passa de uma opção física-estética. Querer assacar-lhe mais do que isso pode acabar no heavy-metal do Rogeiro.

Os culturistas controlam vários parâmetros do corpo, como as modelos, sendo que estas não andam aos tiros na Noruega, e aqueles, por norma, também não.

Luis Rainha disse...

Não assaco nada de nada ao culturismo. Antes pelo contrário: parece-me, nestes casos, mero sintoma.