04/06/11

As eleições peruanas

Uma escolha entre duas variantes de fascismo?

3 comentários:

KRISTUS ANDA Nagazoza disse...

o fascismo é italiano

regimes totalitários proliferam em épocas de crise

sejam de tendência marxista ou de Quixotismo variado

Anónimo disse...

Ollanta Humala, o antigo tenente-coronel amigo de Chàvez e de Lula, pode ser tudo, mas fascista não é, com franqueza. Até o " sinistro " Mario Vargas Losa o apoia na disputa presidencial- que hoje se consuma- contra a filha do ex-ditador- esse a sério- Alberto Fujimori- madame Keiko, que se diz adepta do estilo do ex.Pr. colombiano, Uribe... E o genocídio- a três ml kms de Portugal, que está a ser perpetrado na Líbia, onde o uso de helicópteros pela NATO pode ser o sinal percursor de uma invasão terrestre!!! Niet

Anónimo disse...

Diga-me MM: Chavez E fascista? Morales E fascista? Cuba vive no fascismo?

Ollanta tem um discurso muito difuso, tendo-se afastado de Chavez ao maximo, e ainda assim toda a pequena burguesia - milhoes de vendedores de rua, pobres na maioria - votarao keiko por medo a um hipotetico Estado omnipresente. Chavez, Castro e Morales nao chegaram ao poder com um discurso socialista, porque governam povos conservadores por natureza. Mas o facto de o Peru, Equador e Bolivia viverem numa uniao de livre transito de pessoas e mercadorias, fazendo fronteira com um brasil progressista e nao muito longe da venezuela chavista, pode dar lugar a um projecto mais internacionalista do que aparenta. Agora, fascismo...?