29/06/10

O doce e melodioso papel das criancinhas que temperam o aço de que é feito um revolucionário competente




(em homenagem a dois posts magníficos e imperdíveis - este e este)

(publicado também aqui)

0 comentários: