30/08/11

Inovação: o exemplo que vem da China

Será que Passos Coelho, inspirado por mais este inovador exemplo chinês, que a Irlanda parece estar interessada em promover — e para não ficar atrás de irlandeses e chineses, ultrapassando ao mesmo tempo as metas fixadas pelo plano da troika, —vai passar, juntamente com os seus ministros e assessores, a fazer de pé os seus voos oficiais, reservando os lugares sentados as essas autoridades hirarquicamente superiores que são os verdadeiros "criadores de riqueza"?

6 comentários:

Helena disse...

Não MSP, o nosso PM vaimais além... vai de joelhos

hirarquicamente superiores? disse...

Quicamente cê é um neologismo bibo, ó birtualidade imp+essoal.

Da china vêm salários médios de 200 a 500 euros por mês, muito superiores aos nossos quando reentrarmos no escudo.

Aqueles que pensam que uma economia sobre-alavancada como a nossa (e da maioria da europa) vai lá com resgates maciços ou políticas fiscais de agarra-mos rico se nã eu fujo

são gente estúpida e de mentalidade de mangas d'alpaca que ainda não perceberam que haverá transferência de riqueza dos devedores para os credores asiáticos ou uma repressão financeira (colossal) ou uma inflação (do mesmo jaez em escudos ou em euros)

indemnizaciones de 500 mil euros a jornalistas despedidos há 4 anos
ou a políticos e fornecedores variados
essas terão de se ajustar às realidades económicas

Chalana disse...

No dia em que o Governo anuncia que irá fazer mais sangue, MSP vem com a conversa da China...

Obsessão, delírio, ou reacionarite anti-comunista? Melhor será colocar uma tripla no totobola desta pias de facto

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

O Maoismo-Deng-xiau-pinga-capitalismo

inda é considerado comunismo?

sei não...

Miguel Serras Pereira disse...

Claro, Chalana, foi o maquiavelismo notoriamente subtil de Passos Coelho que o levou a encomendar-me o post, como manobra de diversão. O diabo é que V. descobriu a tramóia e lá se foi a manobra por água abaixo.

Satisfeito?

msp

Chalana disse...

o Passos Coelho não lhe precisa de encomendar nada - você é suficientemente expedito para se chegar à frente sem outras ajudas de maior.