07/05/11

O Bloco bloqueado

Ouvi o discurso de Louçã no congresso bloquista. Considero um equívoco total a focalização do odioso político-eleitoral em Sócrates. Quando o PSD diz que quer fazer no governo muito pior que a troika, o ordenamento dos alvos do combate não pode deixar de ter isso em conta, não pegando a teoria dos “três iguais” (PS, PSD, CDS) e muito menos uma hierarquização de culpas de pendor essencialmente anti-socialista (exactamente onde se situa o eleitorado flutuante PS/BE, um segmento muito sensível ao apelo do voto útil). Em termos políticos, particularmente em eleições onde se pretende definir linhas para o futuro próximo com uma carga dramática sobreposta, contam muito mais as decisões próximas que os julgamento sobre os caminhos percorridos. Assim, mais que avaliar os culpados de pecados maiores, há que construir projectos, escolher aliados, contornar os perigos maiores. Não perceber isto e apelar contra o voto útil no PS, é dar tiros nos pés enquanto se encomendam sapatos novos.

4 comentários:

LAM disse...

Em total desacordo, J. Tunes. O PS não só tem sido até agora o porta bandeira dos avanços da direita, como o seu papel futuro, explicitamente assumido, será de fazer parte do "compromisso nacional" do centrão. Para além de que, e tacticamente, não só isso entregaria o papel de "oposição" exclusivamente aos partidos de direita, como o BE, sem estabelecer essas diferenças e acusar quem tem e deve ser acusado, veria fugir ainda mais eleitorado em direcção a um "mal menor".

من disse...

Sócrates arrombou um país já decrépito dando a impressão que o salvava enquanto alimenta clientelas de centos de milhões em cada distrital

a demonização socratista é o único ponto positivo num louçanismo sem soluções como de resto aquela amálgama que se convencionou chamar esquerda

do outro lado um Portas cabeludo que se venderá à melhor oferta

e enfim....

se o Coelho não conseguir tirar mais nada da cartola

pior não ficará certamente

daqui a 2 anos ganhe quem ganhe
a imbecilização continuará na mesma

José Moreira disse...

Caro João, penso que estás enganado, o PS não é um partido social democrata, não é já um partido de esquerda.

Tal foi finalmente reconhecido pela Direção do BE, o PS não se destingue nem pela prática nem pelo programa do PSD.

José Moreira

MF disse...

Concordo. Votante desde sempre no BE desta vez vou votar PS.A irresponsabilidade, o vazio prático de todo o comportamento do BE desiludiu-me. O BE esforçou-se permanentemente por encostar o PS à direita. O povo vai ficar pior e o BE tambem tem responsabilidade por isso.