15/03/11

Poderia jurar ter visto por lá o Carlos Vidal com um cartaz

Foto roubada ao camarada Paradise Cafe que por sua vez a roubou a Pacheco Pereira

12 comentários:

POKE disse...

Roubar ao Pacheco Pereira parece-me um excelente plano...

Vasco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vasco disse...

Só se o Carlos Vidal for transformista...quem levava o cartaz era uma moçoila.

Ana Cristina Leonardo disse...

Vais ser acusado de perseguição pidesca... (além de ficares na mailing list dos traidores a abater mais tarde ou mais cedo pelo Kadhafi)

Ricardo Noronha disse...

Olha que não Ana. Eu e o Carlos cá nos entendemos. E ele não encara este género de coisas como um insulto. Vais ver que até lhe acha piada.
E o kadhafi não manda aqui.

C. Vidal disse...

Caro Ricky,
Eis um cartaz que, em suma, vale por toda a manifestação.
E fico satisfeito por concordares comigo.

Niet disse...

Oh, céus, só em Portugal e no Kazaquistão, é que pode navegar impunemente numa manif apartidária um retrato desse energúmeno chamado Estaline.Eu acho de um terrivel mau gosto todas estas estórias. Sobretudo,o processo de difamação ondulado de que é vitima o impoluto combatente M.Serras Pereira. Niet

Ana Cristina Leonardo disse...

Ricardo, o meu sentido de humor fica-se pela Spanish Inquisition

Ricardo Noronha disse...

Eu sabia que ias gostar Carlos.
Agora abre lá os comentários dos teus posts no 5 Dias e avisa o pessoal que também estás a brincar quando escreves aquelas coisas todas sobre o Miguel Serras Pereira. Vais ver que não custa nada. Até Koba, o terrível, fazia cedências aqui e ali. Aliás, a pessoa com as mamas maiores aqui no Vias de Facto até é o Zé Neves.

Miguel Serras Pereira disse...

Porquê, Ana, deves estar muito deprimida para não abrangeres com o teu sentido de humor o "vias de qualquer merda" com que num outro cartaz - pintado de colaboração - nos mimoseia o artista que o Ricardo refere… Vai lá ver (http://5dias.net/2011/03/15/59526/) e reconsidera, pois.

Abraço e bon courage (para a leitura)

miguel (sp)

C. Vidal disse...

Não há "pinturas de colaboração", há colaboração.
Foi há dias aqui transcrita uma caixa de comentários quase inteira do blogue onde escrevo com intuito bufo.
Apenas dialogo com o Ricardo (aliás, desde o meu 1º post).

xatoo disse...

também anotei o cartaz, mas entre as mil possiveis, também pode ter uma outra possivel interpretação: a aspiração ao regresso de qualquer coisa perdida pela comunidade: um plano de economia centralizada, ou seja, naquele momento da figura em causa o ponto em que a civilização ocidental esteve mais próxima do pleno emprego.
Obviamente, tudo isto tem de ser relacionado com a actual crise de sobreprodução de mercadorias supérfluas (seguindo Marx, temos hoje uma sociedade completamente fetichizada) e para desconstruir isto não vai ser pera doce. Ou Cavaco, no presente estádio de desenvolvimento, não é pior que Estaline?
http://xatoo.blogspot.com/2011/03/o-espectador-enrascado.html